Jump to content


Photo

Seis Clássicos Da Teoria Dos Quadrinhos

quadrinhos livros teoria

  • Please log in to reply
3 replies to this topic

#1 leonardomenezes

leonardomenezes

    Master

  • Destaques CDQ
  • 401 posts

Posted 18 July 2012 - 12:21 PM

Artigo que escrevi para o meu blog, o UsinaHQ


Criadores como Stan Lee, Will Eisner, Alan Moore, e Scott McCloud estão entre os primeiros a pôr em discussão os motivos pelos quais os quadrinhos são considerados uma forma de arte única, e explicar a teoria por trás dessa forma de comunicação.

Desde o desenvolvimento das histórias em quadrinhos no início do século XX, autores como Thomas Mann e Dorothy Parker já haviam escrito em sua defesa, enquanto acadêmicos como Marshall McLuhan e Umberto Eco refletiam sobre as suas implicações culturais.

Mas até o final de 1970 não havia muita discussão sobre as teorias dos quadrinhos - o que é essa forma de linguagem, e por que ela é especial. À medida que os quadrinhos foram amadurecendo, novos trabalhos que respondiam a essas perguntas foram surgindo. A partir daí surgiram os "meta-quadrinhos", ou "quadrinhos sobre quadrinhos".

Em busca da teoria dos quadrinhos - The Marvel Way!


Posted Image

O primeiro passo veio com "How To Draw Comics da Marvel Way" (1978), escrita por Stan Lee, criador de muitos super-heróis da Marvel (assim como Homem-Aranha e os X-Men), e ilustrado por John Buscema. Usando exemplos reais de quadrinhos da Marvel, Lee e Buscema forneceram uma cartilha básica que estabeleceram as terminologias, ferramentas e técnicas de quadrinhos de super-heróis.

Hoje em dia já existem inúmeros livros sobre como desenhar histórias em quadrinhos, desenhos animados e mangás. Mas esse livro que fala sobre as teorias envolvidas na concepção de quadrinhos de super-heróis escrito por Lee e por Buscema permanece um dos melhores do gênero, graças ao seu estilo e uso criterioso do panteão da Marvel.

Will Eisner retorna com mais teorias!

Quando "How To Draw Comics The Marvel Way" apareceu nas livrarias, Will Eisner, criador da tira do Spirit na década de 1940, publicou "A Contract With God", uma das primeiras Graphic Novels. Na década de 1980, Eisner era a principal referência não apenas de como escrever e desenhar quadrinhos, mas também de como utilizar os princípios por trás desse meio de comunicação.

O Livro "Quadrinhos e Arte Sequencial" de Eisner (1985) foi o primeiro escrito por um profissional e que lidava com os quadrinhos de forma séria, em termos estruturais e teóricos. Will Eisner utilizou a sua própria arte para ilustrar sua discussão sistemática da teoria da história em quadrinhos.

Muitas páginas antigas do Spirit foram reimpressas no livro, demonstrando como elas exploraram uma grande e diversa quantidade de efeitos visuais exclusivos dos quadrinhos. Por ser tão revolucionário e por utilizar todas as técnicas artísticas disponíveis até então, The Spirit era às vezes chamado de "O Cidadão Kane dos Quadrinhos".

Alan Moore nos ensina como escrever um roteiro de quadrinhos


Posted Image

Enquanto isso, Alan Moore - autor de "O Monstro do Pântano", "V de Vingança", e "The Watchmen" - escreveu ensaios para o "Fantasy Adviser", um obscuro fanzine britânico, onde ele descreveu as qualidades únicas dos quadrinhos observadas a partir da perspectiva de um escritor.

Moore também trata de ritmo e layout, e de como os aspectos visuais da teoria da história em quadrinhos também são afetados pelos roteiros. Assim como Eisner, ele discutiu exemplos de sua própria obra, incluindo uma análise da história "For The Man Who Has Everything", que Moore escreveu para 1985 do "Superman Annual #11" .

O ensaio de Moore foi republicado pela Avatar Press em 2003 no livro "Writing for Comics", com ilustrações de Jacen Burrows (artista de "Crossed") além de um novo epílogo escrito pelo próprio Alan Moore.

Meta-Quadrinhos Scott McCloud


Posted Image

"Understanding Comics: The Invisible Art" (1993), de Scott McCloud, marcou o surgimento do Meta-Quadrinhos. Com base no trabalho de Eisner, McCloud deu o próximo passo lógico: ele apresentou seus argumentos através de uma história em quadrinhos, empregando a própria linguagem que ele tentava sistematizar e desconstruir.

Understanding Comics tornou-se um texto clássico da teoria da história em quadrinhos, adicionando uma grande variedade de fontes visuais ao estilo inconfundível de McCloud. Alguns anos depois, ele redigiu uma controversa sequência, "Reinventing Comics" (2000), onde ele especula sobre o futuro dos quadrinhos como indústria e forma de arte.

O mais recente Meta-Quadrinhos de McCloud, "Making Comics" (2006), é uma obra contemporânea de quadrinhos para artistas e escritores que utiliza diversos exemplos e exercícios. Através dele, a história da "Meta-Teoria" dos quadrinhos iniciada por Stan Lee, Will Eisner e Alan Moore, chega cada vez mais próxima da compreensão definitiva.

Attached File  mccloud.jpg   113.47K   2 downloads

#2 Zariel

Zariel

    Iniciante

  • Membros
  • 80 posts

Posted 18 July 2012 - 07:30 PM

Realmente são muito inspiradores esses meta-quadrinhos, eu to lendo faz um tempo o do Will Eisner e os do Scott McCloud

To aprendendo bastante com esses mestres

Falow!!!

Projetos 2012

Destemidos episódio 1 - Assista!
Destemidos episódio 2 - 50% Concluído
K.O.F Anime episódio 1 - 78% Concluído

Minhas animações
Meu deviantArt
Meu Sketchbook


#3 Francinaldo

Francinaldo

    Veterano

  • Membros
  • 1,175 posts

Posted 13 August 2012 - 11:29 AM

:) Eu comprei a trilogia do McCloud e fiquei mais fascinado ainda por quadrinhos, e agora me achando um entendedor do assunto... Citando Allan Moore: "Recomendo com ênfase!"

"Eu sou o cão!"


#4 leonardomenezes

leonardomenezes

    Master

  • Destaques CDQ
  • 401 posts

Posted 27 September 2012 - 03:25 PM

valeu, pessoal!

fora esses, existem inúmeros outros livros muito bons sobre quadrinhos, porém boa parte deles utlizam esses livros citados acima acima como referência.





Also tagged with one or more of these keywords: quadrinhos, livros, teoria