Jump to content


Photo

Procura-Se Desenhista Para História De Fantasia Medieval


  • Please log in to reply
No replies to this topic

#1 Mar_Pendragon

Mar_Pendragon

    Novato

  • Membros
  • Pip
  • 1 posts

Posted 15 May 2015 - 11:33 PM

Caros frequentadores do fórum,

 

Sou escritor e roteirista e estou à procura de um desenhista para, a princípio, um one-shot de fantasia medieval de cerca de 70 pgs, ambientado em um mundo ficcional que criei. Se tudo der certo, poderemos posteriormente expandir para uma série que tenho planejada.

 

È um material para quem gosta de aventuras com cavaleiros, magos, alquimistas, anjos e demônios, mas que à parte o elemento fantástico também traça paralelos com a História. Muito da ação se passa por exemplo em Roma, Veneza e outras cidades reais. E há tramas políticas e de bastidores envolvendo a Igreja e cortes de nobres. O clima da história é do subgênero "dark fantasy", já que tem diversos elementos sombrios e referências ao ocultismo.

 

O parceiro desenhista terá liberdade para dar sugestões, para soltar a imaginação, e dividiremos por igual os direitos autorais. Pretendo também traduzir os diálogos pelo menos para o inglês e tentar lançar a hq fora do Brasil.

 

Não há pressa, o trabalho pode ser feito com calma, já que o mais importante é que possamos produzir algo de qualidade.

 

Meu e-mail é mar_pendragon@hotmail.com e meu nome é Marcello. Quem se interessar entre em contato, conversaremos, e enviarei o roteiro.

 

Segue uma sinopse do contexto da história:

 

"Por volta do ano 1000 da era cristã, em um universo paralelo, as perspectivas e profecias apocalípticas se tornaram realidade e catástrofes naturais e repentinos ataques de demônios desolaram a humanidade e alagaram boa parte das terras, reduzindo as áreas habitadas a ilhas de diferentes dimensões, que foram se encastelando cada vez mais como defesa ao avanço das hordas do mundo inferior.

 

Em tal cenário, para combater estas violentas criaturas, começaram a surgir guerreiros de uma Ordem consagrada no seio da Igreja.

 

Denominados cruzados, evidentemente não fazem uso de nenhuma forma de magia, proibida pelos padres, mas são dotados de força e habilidades sobrenaturais que só podem ser explicadas pelo sangue de Cristo supostamente introduzido em seus corpos e que banha suas armas e armaduras, obtido depois que um misterioso cálice foi encontrado e tido como o Santo Graal.

 

Passa-se mais de um milênio e os cruzados continuam a atuar, exterminando os seres do Inferno, que insistem em invadir a Terra, e acumulando a função de capturar e punir hereges.

 

O poder está concentrado nas mãos dos eclesiásticos: cada ilha possui um ou mais senhores, nobres que as governam, mas todos estão subordinados à Igreja. O tribunal da Inquisição é fortíssimo e atua com rigidez.

 

Grandes questionamentos tomam corpo porque os cruzados que se desvirtuam acabam sendo possuídos por espíritos infernais. O suposto sangue de Cristo não torna santos estes homens, que despertam ao mesmo tempo, ambiguamente, temor e admiração."